quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

E agora, José?

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) acaba de decretar a prisão do governador de Brasília, José Roberto Arruda (eleito pelo DEM e agora sem partido).
Junto com ele, uma penca de colaboradores suspeitos de falcatruas naquilo que a imprensa cunhou de "Mensalão do DEM", mas cque corresponde a algo muito mais amplo, profundo e imoral do que apenas um esquema de compra e venda de apoio político. Arruda e seus sequazes montaram um verdadeiro e muito profissional sangradouro de recursos públicos surrupiados dos cofres do Governo do Distrito Federal (GDF), irrigando com incontáveis milhões de reais seus respectivos patrimônios.
Além disso, é muito provável que o esquema tenha ramificações em outros estados, envolvendo políticos do DEM e de um leque bem amplo de legendas.
O furo é de Andrei Meireles, da Época.

4 comentários:

JOSÉ DE ALENCAR disse...

Em assim sendo, o ex-Presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil que criticou o Presidente Ophir Júnior por ter requerido a prisão queimou a língua antes que o galo cantasse três vezes.

Aldenor Jr disse...

Caro Alencar,

É verdade. Confirmado o mandado de prisão agora há pouco, a expectativa é que o governador seja preso a qualquer momento. O Congresso em Foco adianta a informação que ele irá se apresentar "espontaneamente".
Aguardemos os efeitos pedagógicos da medida.
Abraços e bom Carnval!

Anônimo disse...

Caros Jose Alencar e Aldenor, Boa Noite. Sobre as informaçoes acerca da greve dos servidores do DETRAN, acessar: http://servidordetran.wordpress.com/
E que o Arrudao passe uma boa temporada na Papuda.

Paraense disse...

É a Chance de dar exemplo.
Justiça seja feita!!!